8 maneiras eficazes de entrar em forma
Powered by Rock Convert

Início de ano é sempre um bom momento pra gente refletir o que passou e fazer novos planos. Um dos objetivos mais comuns nessa época é entrar em forma, não é verdade? Ter o corpo bonito e funcional, mais saúde, qualidade de vida e bem-estar é o que muita gente deseja. Mas como conseguir isso?

Essa missão parece um pouco difícil quando pensamos em todo o processo, mas com planejamento e boa vontade, é possível. Basta seguir algumas dicas que vamos indicar neste post. Se quiser entrar em forma ainda em 2019, continue a leitura e confira!

Erros de quem quer entrar em forma

Antes de explicarmos sobre o que você deve fazer pra ter o corpo dos sonhos, é melhor falarmos sobre o que não é indicado fazer quando você quer conseguir isso. Está certo que a gente aprende com os erros, mas é sempre bom quando não precisamos passar por eles. Olha só!

Não se alimentar corretamente

A alimentação saudável é fundamental em todos os casos, independentemente de qual seja o seu objetivo: ganhar massa, emagrecer, definir ou manter o peso. Portanto, não pense que vai poder fugir dessa questão.

Exercícios sem dieta quase não dão resultados. É como se você tivesse que nadar mais 10 ou 20 vezes pra chegar à mesma praia se não conciliar as duas questões. Ficar sem comer ou consumir muitas besteiras são hábitos que não fazem bem — e não é essa a intenção, né?

Ficar em jejum

É muito comum as pessoas acharem que ficar sem comer ajuda a emagrecer. Se, por um lado, pode ser verdade (logo mais falaremos do jejum intermitente), por outro, é preciso muito cuidado com esse tipo de prática.

Ficar sem comer causa, por exemplo, deficiência nutricional. Isso significa que o organismo sente falta dos nutrientes, levando a prejuízos que vão desde queda de cabelos e unhas fracas até anemia e outras doenças relacionadas — o que pode ser muito grave.

Treinar muitas horas

Se a pessoa ainda não pratica atividades físicas, o ideal é pegar leve no começo. Não adianta se acabar na academia ou correr por horas. Isso só vai servir pra se lesionar e passar mal.

Mesmo quem já está acostumado com os exercícios deve manter a moderação sempre que trocar de modalidade ou série. Além disso, a qualidade do treino é o que realmente conta, e não a duração.

Tomar medicamento sem receita

Sabe aquela vizinha que emagreceu horrores com um remédio milagroso ou aquele cara da academia que ficou super sarado com suplementos suspeitos? Pois antes de se aventurar e comprar esses produtos, procure um médico pra saber se algum remédio é indicado pra você.

Cada organismo tem particularidades e reagem de formas diferentes às substâncias. Tomar qualquer medicamento ou suplemento sem prescrição médica é um tiro no escuro e muito perigoso pra saúde.

Viver à base de shakes e suplementos

Os shakes pra emagrecer e suplementos alimentares são úteis em ocasiões específicas, como: whey protein para o pós-treino ou um shake pra substituir uma refeição por dia.

No entanto, eles devem ser prescritos pelo nutricionista, que vai avaliar a necessidade (ou não) desses produtos na sua dieta e rotina. Tem gente que acha que tomar shake o dia inteiro vai ajudar a emagrecer rápido. Isso provavelmente vai acontecer, mas, ao mesmo tempo, isso vai causar uma deficiência nutricional e outros prejuízos à saúde.

Não beber água

Nosso corpo é constituído por mais de 70% de água. Só por aí já dá pra ter noção do quanto é importante se hidratar, não é mesmo? Ainda mais que a gente perde líquido pelo suor, urina e respiração ao longo do dia.

Além disso, a água faz parte de diversas funções no organismo, como a de limpar os resíduos do metabolismo. Por isso, beber pelo menos 2 litros de água por dia é essencial.

Não procurar ajuda profissional

Esse talvez seja um dos piores erros, já que é por conta dele que as pessoas cometem os outros. Afinal, quem é bem orientado por profissionais de nutrição, medicina e educação física não vai ser imprudente com o corpo.

Se você ainda não buscou ajuda profissional, está na hora de marcar a sua consulta. Aliás, também é legal fazer um check-up médico pra saber se está tudo certinho com a saúde.

Alimentação pra entrar em forma

Como já falamos neste post, a alimentação é parte fundamental do processo pra entrar em forma. Tudo que está relacionado a esse assunto é bem discutido, mas muita gente ainda fica confusa sobre isso.

Neste tópico, vamos explicar a diferença entre reeducação alimentar e dieta, além de falar um pouco sobre o que é divulgado atualmente sobre nutrição. Acompanhe.

Reeducação alimentar

Muitas pessoas acham que reeducação alimentar tem, exclusivamente, a função de emagrecer, mas estão muito enganadas! Como o próprio nome já sugere, ela ensina a comer direito: em relação à quantidade e à qualidade adequadas pra cada organismo.

Com ela, é possível perder peso consumindo menos calorias do que se gasta, ganhar peso comendo mais calorias do que queima ou, por fim, manter o peso ingerindo a mesma quantidade de calorias gastas.

Ela inclui todos os tipos de alimentos e nutrientes: proteínas, carboidratos e gorduras. Inclusive, dá até pra comer umas guloseimas de vez em quando — desde que esteja no plano alimentar, ok?

Dieta

A dieta é voltada para um público específico, geralmente pra tratar alguma doença ou por causa de uma restrição alimentar. Por exemplo: se a pessoa é diabética, tem que fazer uma alimentação sem açúcares; se tem colesterol alto, a dieta é com baixo teor de gorduras e por aí vai.

Ela restringe algum tipo de alimento ou nutriente e, por esse motivo, também pode ser usada pra emagrecer. É justamente sobre isso que vamos falar agora. A seguir, veja algumas dietas mais populares hoje em dia.

Low carb

A dieta de baixo carboidrato reduz drasticamente esse nutriente da alimentação. Pra isso, a base da refeição deve ser de vegetais, entre folhosos e legumes, completada pelas proteínas (carnes, ovos, leite e queijos) e gorduras boas (óleo de coco, azeite, manteiga, oleaginosas e outras).

Os alimentos ricos em amido e açúcares, como doces, frutas de alto índice glicêmico, cereais e suas farinhas, leguminosas, tubérculos e raízes são excluídos do cardápio de emagrecimento, mas voltam com moderação pra quem quer manter o peso.

Cetogênica

Ela parte do mesmo princípio que a anterior, mas é bem mais restrita, pois os carboidratos têm pouquíssima participação nas calorias totais (cerca de 5 a 10%). Além disso, as gorduras boas representam a maior parte do cardápio. Ela é indicada pra perda de peso intensa e rápida — mas só com prescrição do nutricionista, combinado?

Estratégias nutricionais

As estratégias nutricionais são recursos que os nutricionistas indicam pra atingir um objetivo. Assim como a dieta, elas também devem ser prescritas por um profissional — caso contrário, pode prejudica a saúde e os resultados.

Jejum intermitente

Essa dieta consiste em passar determinadas horas do dia sem comer e outras em que a alimentação saudável é liberada, conforme a reeducação ou dieta. Os protocolos mais famosos são o 12/12 e o 16/8 — o primeiro número significa as horas em jejum e o outro as horas em que se pode fazer as refeições.

Existem também o protocolo 18/6 e o de 24 horas, mas são indicados pra pessoas que já estão adaptadas a esse tipo de dieta. Essa estratégia tem como objetivo acelerar o emagrecimento, já que aumenta a queima de gordura corporal.

Dia do lixo

Se você é ligado no mundo fitness, com certeza já ouviu falar no dia do lixo, não é mesmo? Ao contrário do que muitos pensam, ele não é pra ser feito durante um dia inteiro. Na verdade, apenas uma refeição é liberada pra se comer o que quiser — com consciência, é claro.

Esse método é indicado pra manter a saúde mental de pessoas que têm uma dieta muito rígida, como os atletas, e em casos de efeito platô no processo de emagrecimento — quando o peso fica estagnado mesmo que a pessoa faça tudo certo.

Atividades físicas pra entrar em forma

A outra metade do combo de sucesso pra entrar em forma é a parte das atividades físicas — a primeira é alimentação saudável. Com ela, é possível alcançar os objetivos de ter um corpo mais bonito e saudável.

Benefícios das atividades físicas

Quem acha que as atividades físicas só servem pra emagrecer ou ficar sarado deve rever os seus conceitos. A prática regular faz muito bem pra saúde do corpo e da mente. Alguns benefícios são:

·       contribui para o bom funcionamento dos órgãos, como coração e intestino;

·       reduz a ansiedade e o estresse;

·       contribui para o tratamento da depressão;

·       melhora o humor;

·       ajuda na conquista de uma melhor autoestima;

·       é essencial na prevenção e controle de várias doenças, como a diabetes, a hipertensão arterial, a osteoporose e outras;

·       melhora a capacidade respiratória e cardiovascular;

·       dá condicionamento físico;

·       é uma grande aliada na melhora da composição corporal, queimando gordura e aumentando a massa magra;

·       fortalece os músculos e os ossos.

Como entrar em forma treinando

Assim como exercícios físicos sem alimentação saudável não trazem os resultados esperados, a dieta sem a prática regular de atividades físicas também não é o ideal a se fazer. Sabe por quê? Porque você deixa de receber todos os benefícios da alimentação. Pra não bobear, saiba onde treinar.

Em casa

Muita gente acha que não é possível, mas dá sim pra entrar em forma fazendo atividades físicas sem sair de casa. É isso mesmo! Você pode fazer seus exercícios e ter bons resultados no conforto do seu lar. Sabe como?

Com a ajuda da BTFIT: um aplicativo que transforma o seu smartphone em um professor de várias modalidades, como Yoga, Ballet Fitness, Cardiodance, 20 Minutes Workout e outras.

Todo dia o app disponibiliza uma nova aula, que dura de 15 a 25 minutos. Esse é o tempo ideal para o seu corpo queimar muitas calorias e ter definição e tônus muscular. O acesso é online — ou você pode baixar os vídeos pra praticar enquanto estiver offline. Ótimo, né?

Além disso, o BTFIT oferece o serviço de personal trainer. Você coloca os seus dados e objetivos e o aplicativo gera um treino personalizado. Por trás do app existe uma equipe inteira com profissionais muito capacitados, que podem contribuir muito para o seu processo.

Na academia

Para quem não abre mão da musculação, a academia é o lugar ideal. O treino que usa pesos e repetições pra fortalecer e definir os músculos, além de ganhar massa muscular, deve ser feito com orientação profissional, por causa do risco de lesões.

Existem outras modalidades bem legais pra se praticar na academia, pois precisam de equipamentos específicos, como crossfit, spinning e outras. Todas elas também ajudam a entrar em forma e ter mais saúde e qualidade de vida.

Ao ar livre

Quem não gosta de aliar o útil ao agradável? Praticar atividades físicas ao ar livre, como andar de bicicleta, correr, caminhar e fazer uma aula da BTFIT é prazeroso e traz todos diversos benefícios pra saúde.

Sabe quando a gente quer sair da rotina, mas não quer deixar (e nem deve) os exercícios de lado? Aproveite o fim de semana ou a folga pra ir ao parque ou um lugar bem bacana em meio à natureza pra queimar calorias ou meditar, por exemplo.

Aplicativos pra entrar em forma

Gostou da ideia de um aplicativo pra ajudar você a entrar em forma? Além do BTFIT, existem outros programas que ajudam na missão de ter um corpo mais bonito utilizando a tecnologia ao seu favor. Dá uma olhada.

Para beber água

Lembra que explicamos a importância de beber água? Com esse app, você vai ficar bem regrado quanto a isso. O Water your body calcula a quantidade ideal de líquido para o seu organismo se manter hidratado e ainda avisa a hora de beber água.

Para contar calorias

Contar calorias pode não ser uma tarefa muito fácil. Afinal, ter que usar a calculadora em todas as refeições é meio chato. Mas, felizmente, o MyFitnessPal faz isso por você! Basta colocar o que você comeu e a quantidade que ele mesmo encontra o valor calórico e faz os cálculos da refeição e do total diário.

Para ouvir música

Uma playlist empolgante dá aquele gás no treino. Se você quiser montar uma ou aproveitar as já prontas, aposte no Spotify. São milhares de músicas online pra animar as suas atividades físicas.

Para correr

O Runtastic ajuda os amantes da corrida a monitorar os treinos e os resultados. Por meio do GPS, ele faz um histórico do desempenho e mapeia a evolução do corredor. Com isso, dá pra saber qual foi o seu melhor tempo em um determinado trecho, por exemplo. É bem legal!

Para se divertir

Por falar em correr, que tal fazer isso de uma maneira divertida e inusitada? O Zombie, Run! faz o usuário entrar num mundo de zumbis e tem que correr pra escapar deles. Enquanto você foge, os sons dos mortos-vivos que o app emite dão mais realidade ao “jogo”.

8 dicas que vão ajudar você a entrar em forma

Bom, agora que você já sabe um monte de informações legais sobre alimentação saudável, atividades físicas e o uso de aplicativos fitness, chegou a hora de descobrir 8 maneiras eficazes pra entrar em forma em 2019. Vamos lá?

1. Trace metas e objetivos

Antes de tudo, é preciso estabelecer quais são suas metas e objetivos. Considere que meta é algo em curto prazo e objetivo é o resultado final. Divida o seu desejo em metas pra que você consiga visualizar suas conquistas com mais clareza.

Por exemplo: se você pretende eliminar 15 quilos, é melhor estipular 3 quilos por mês do que tudo em 5 meses. Assim, a cada 30 dias você pode comemorar a sua vitória e se motivar ainda mais.

Anotar tudo num papel é importante pra relembrar sempre que necessário. Vale dizer que as metas devem ser alcançáveis e não se pode comparar com o resultado de outra pessoa, já que cada organismo funciona de um jeito, ok?

2. Procure profissionais capacitados

Já dissemos que não buscar ajuda profissional é um erro que as pessoas cometem. Você não vai querer começar com o pé esquerdo, né? Então, marque uma consulta com o médico pra fazer um check-up e com um nutricionista pra elaborar o seu plano alimentar.

Isso vai ajudar tanto a ter a certeza de que está fazendo tudo certinho quanto a motivar a seguir todo o esquema. Com o acompanhamento nutricional, a gente se sente cada vez mais motivado a continuar no processo.

3. Organize seu tempo

Com o dia a dia cada vez mais corrido, nem sempre sobra tempo pra realizar todas as tarefas. Isso faz com que a alimentação e as atividades sejam deixadas de lado, o que é um erro gravíssimo.

Organize sua agenda de acordo com as prioridades, mantendo os dois tópicos anteriores no grupo de coisas que você precisa fazer todos os dias. Uma boa dica é marcar o treino para um horário com intervalo maior entre outro afazer. Desse jeito, fica mais difícil falhar por causa de falta de tempo.

4. Planeje a sua alimentação

Quem nunca optou por uma coxinha ou macarrão instantâneo por não ter tempo pra cozinhar que atire a primeira pedra! Esse tipo de situação sabota a dieta e interfere muito nos resultados.

A dica é fazer o planejamento das suas refeições. Reserve um dia da semana pra elaborar o cardápio e fazer as compras necessárias. Não dá pra cozinhar no dia a dia? Separe algumas horas pra preparar marmitas saudáveis e congelar. Além dos pratos principais, dá pra fazer lanches, como pão de queijo fit.

5. Faça das atividades físicas um hábito

As atividades físicas devem ser encaradas da mesma forma que encaramos outros hábitos que temos, como escovar os dentes e tomar banho. Só assim a gente consegue usufruir todos os seus benefícios.

Há quem tenha muita preguiça de praticá-las, mas a verdade é que quanto mais cedo você começar esse costume, mais vantagens vai ter na sua saúde. Procure a modalidade com a qual você mais se identifica e gosta e faça diariamente.

6. Tenha um diário

Um diário pra anotar o seu progresso é bem legal pra motivação, além de ajudar no processo. Escrever sobre o que comeu, as atividades que fez e os seus sentimentos ajuda a identificar quais são os seus pontos positivos e quais foram os erros. Dessa maneira, fica mais fácil não cometer as mesmas falhas.

Você pode fazer um diário de papel mesmo ou um virtual. Dá pra colocar as fotos da sua evolução, das refeições, dos exercícios, das inspirações, além de receitas fitness e o que mais achar importante.

7. Comemore suas conquistas

Sabemos que não é fácil alcançar o corpo dos sonhos. O processo de emagrecimento, assim como de hipertrofia e de manutenção do peso demandam muita dedicação. Por esse motivo, devemos sempre valorizar todas as conquistas, mesmo as pequenas.

Emagreceu um quilo? Legal! Ganhou 2 cm de perna? Ótimo! A barriga tá trincando? Maravilha! Tire fotos e faça o “antes e depois”! Isso é importante pra não desistir e se sentir cada vez mais engajado.

8. Mantenha a autoestima em alta

A autoestima é a capacidade de gostar de você mesmo do jeito que é tanto no interior quanto fisicamente. Quando a nossa aparência não está como queremos, esse sentimento fica em baixa e tende a nos deixar tristes e desmotivados.

Por isso, não espere chegar ao corpo desejado pra ter a autoestima lá em cima! Goste de você agora mesmo, pois isso é mais um motivo pra buscar o melhor pra sua saúde e bem-estar.

Entrar em forma pode ser bem mais fácil do que parece. É comum pensarem que é preciso muitos recursos pra isso, mas não é bem assim que acontece. Basta manter bons hábitos, alimentação equilibrada e atividade física todos os dias. Assim, logo, logo o objetivo é alcançado e, com ele, todos os benefícios de uma vida saudável.

Bora encarar o projeto e adotar um novo estilo de vida? Se você ainda não sabe qual modalidade escolher pra praticar, leia o nosso artigo e descubra 5 atividades físicas boas pra emagrecer!

Powered by Rock Convert