Afinal, o que é efeito platô e como se livrar dele? Descubra aqui!
Powered by Rock Convert

Você já deve ter ouvido falar ou ao menos se perguntado sobre o que é efeito platô, não é verdade? Principalmente se segue hábitos saudáveis e vive em busca de uma maior qualidade de vida.

Em alguns casos, ele é o fator responsável pela estagnação na perda de peso, ou seja, o vilão da dieta e da batalha diária contra os quilinhos extras. Por outro lado, é a pedra no sapato de quem treina e nunca consegue enxergar mudanças no corpo.

Assim, preparamos um post especial para que você conheça tudo sobre esse processo e aprenda a driblá-lo de uma vez por todas para voltar a perder peso e conquistar o corpinho que sempre sonhou. Bora conferir!

O que é efeito platô?

O efeito platô é uma reação constante de adaptação que nosso corpo enfrenta alguns dias depois de começar uma dieta com restrição calórica. Ele acontece porque, quando mudamos a alimentação para emagrecer, nosso organismo, com a intenção de se proteger, tenta encontrar novamente o equilíbrio fisiológico e desacelera o metabolismo e a queima de gordura.

O problema é que ele acaba se acostumando com essa nova condição, entra em estado de alerta com a pouca energia que é fornecida, gasta menos calorias que o normal e começa a estocar para garantir o bom funcionamento de todos os órgãos do corpo. Com isso, paramos de perder peso e entramos no efeito platô.

Por que ele acontece?

Se você está sofrendo com a estagnação do peso e se perguntando sobre o que é efeito platô, procure avaliar se cometeu alguns deslizes alimentares ou diminuiu a sua dedicação à atividade física. Se nada disso aconteceu, ele pode estar ocorrendo em função de outros fatores. Veja quais são!

Baixa ingestão calórica

Cortar as calorias nem sempre é garantia de emagrecimento. Na verdade, como já citamos, isso faz com que o corpo trate de economizar pensando em sua sobrevivência, causando um efeito contrário e atrapalhando todo o processo de perda de peso.

Repetição nos treinos

Praticar exercícios físicos ultrapassados, monótonos ou que não surpreendem mais o organismo também é uma das principais causas do efeito platô. O corpo precisa de “choques” constantes para se manter ativo.

Desidratação

A desidratação estagna o metabolismo, freia o emagrecimento e ainda provoca muitos outros problemas para o corpo, como a diminuição da capacidade respiratória, o cansaço excessivo e a falta de desempenho durante a atividade física.

Jejum prolongado

Você sabia que ficar muito tempo sem comer, além de ser uma grande cilada, pode deixar o metabolismo ainda mais lento e ser um dos principais motivos para o efeito platô dar o ar da graça?

Afinal, a sensação de buraco no estômago faz você atacar os primeiros alimentos que ver pela frente, saudáveis ou não. Além disso, permite que você coma mais do que deveria.

Teoria set point

A teoria set point também é um dos principais fatores que provocam o efeito platô. Isso acontece porque nosso corpo é programado por mecanismos fisiológicos e geneticamente determinados para apresentar um certo peso: o set point. Se desviarmos dessa marca, ele poderá fazer alguns ajustes metabólicos para retornar ao peso normal, pausando o emagrecimento.

Como posso reverter esse processo?

Diferentemente do que muita gente pensa, o efeito platô tem solução. Na verdade, é apenas uma fase do processo de perda de peso, que pode ser encurtada ou até mesmo evitada com algumas estratégias. Confira quais são elas!

Mude a dieta

O organismo se acostuma rapidamente a alimentações muito rígidas e para de responder, causando o efeito platô. O fato de mudar a dieta o confunde e provoca uma nova fase metabólica, combatendo esse processo e retomando a perda de peso.

Só que, para chacoalhar o organismo e voltar a perder peso, não adianta reduzir pela metade o que você consome durante as refeições se não diversificar os alimentos. Atente-se para o valor nutricional e coloque mais cor e sabor em seus pratos, combinado?

Evite o jejum prolongado

Ficar sem comer por muito tempo ou até mesmo excluir alguma refeição do seu cardápio faz com que o metabolismo diminua e comece a economizar energia. Então, a não ser que seja praticante do jejum intermitente (que funciona de acordo com algumas regras a serem seguidas), evite esse hábito e procure se alimentar de 3 em 3 horas com moderação. Seu emagrecimento agradece!

Faça exercícios de força

Na maioria das vezes, ao fazermos uma dieta para perder gordura, perdemos também massa magra, o que deixa o metabolismo mais lento e diminui a queima calórica. Diante disso, fazer exercícios de força pode ser uma ótima opção para dar uma acelerada no organismo, ativar a perda de gordura e mandar o efeito platô para bem longe.

Inclua alimentos termogênicos e proteínas no cardápio

para evitar o efeito platô, procure incluir em seu cardápio alguns alimentos que são considerados verdadeiros coringas quando o assunto é acelerar o metabolismo. Dentre os mais famosos estão o chá-verde, a água gelada, o gengibre, a pimenta vermelha e a linhaça. Além disso, invista nas proteínas magras que causam saciedade e ajudam na queima de calorias, como ovos, frango, carne bovina, peixes e whey protein isolado.

Alterne os treinos

Outra dica que turbina o emagrecimento é alternar os treinos. A melhor opção é variar entre exercícios aeróbicos e levantamento de peso. Enquanto o primeiro age queimando as gordurinhas, o segundo ajudará a tonificar os músculos e deixar o corpo muito mais durinho. Não é demais?

Pratique exercícios em casa ou ao ar livre

Se você não curte academia, faça exercícios físicos ao ar livre, alternando os dias de atividade entre caminhada, pedalada e corrida. Seu corpo vai reagir rapidinho e mandará o efeito platô para bem longe!

Além disso, existem treinos práticos que podem ser feitos no conforto de casa, respeitando seus horários e compromissos do dia a dia, por meio de aplicativos fitness. Inclusive, muitos são bem intensos e queimam as gordurinhas com muita rapidez. Invista neles!

Hidrate-se

É fundamental se manter sempre bem hidratado. Afinal, a água é extremamente necessária para todos os processos metabólicos produzidos pelo organismo. Então, nunca deixe de consumir líquidos de qualidade, como água, chás, isotônicos e sucos naturais, principalmente se treina pesado, combinado?

Agora que você já sabe o que é efeito platô, é muito importante que você continue pensando magro — e positivo. Não é porque a dieta estacionou que você precisa desanimar e desistir de seus objetivos. Os processos de emagrecimento variam de pessoa para pessoa e é fundamental respeitar o tempo do seu organismo. Então, assim como no começo da dieta, procure resistir às tentações, principalmente doces, frituras e refrigerantes, e continue cumprindo com seus treinos, combinado? 

E aí, gostou de saber o que é efeito platô e como combatê-lo de uma vez por todas? Quer algumas sugestões de exercícios aeróbicos para facilitar esse processo? Então, aproveite que está por aqui e leia nosso post sobre esse assunto!

Total
8
Shares