Entenda agora a importância da variação nos treinos
Powered by Rock Convert

Ao começar uma atividade física, os efeitos são rapidamente sentidos pelo corpo. Você fica mais ofegante, com alguns músculos doloridos e é difícil fazer qualquer tarefa. Com o tempo isso vai passando e, a cada treino, se nada mudar, fica mais fácil realizá-lo.

Por isso, quem treina há um tempo já deve ter trocado de fichas e treinos algumas vezes. Você sabe por que isso é necessário? Sabe qual a importância da variação nos treinos? Neste artigo vamos explicar por que isso é importante e como variar o seu treino. Se você quer saber mais sobre isso, continue lendo!

Qual a importância da variação nos treinos?

O corpo humano tem uma capacidade de adaptação impressionante. Isso garantiu a sobrevivência humana, pois desde os tempos da caverna o corpo se adapta aos diferentes estímulos que recebe. O homem sofreu alterações no clima, na oferta de alimentos e em relação a ataques de animais, sobrevivendo a tudo isso.

Além de ser útil para a sobrevivência, a capacidade de se adaptar é benéfica para todas as áreas da vida. Somos capazes de nos ajustar a situações boas e ruins, a um emprego incrível ou a um emprego nem tão bom assim. Quando se trata de fazer atividades físicas e alcançar um resultado, a capacidade de adaptação também está presente.

Um exemplo prático disso, no treino, é a musculação. Quando o professor passa uma ficha nova, é difícil e quase sempre traz dores musculares tardias. Depois de uns três dias seguindo essa nova ficha, você sente que não está tão difícil quanto no primeiro. Então, você aumenta o peso dos exercícios para continuar sentindo o exercício.

O que isso mostra? Que seu corpo se adaptou àquele estímulo e você precisou mudar para continuar tendo resultado. Se você fizer sempre tudo igual e não adicionar novos estímulos, você para de ter resultados, entra em platô. Por isso, é muito importante alternar os treinos e experimentar modalidades diferentes. O objetivo disso é tirar o corpo da zona de conforto para alcançar novos resultados.

Gerar novos estímulos não significa começar uma nova modalidade todos os dias. Você pode correr, por exemplo, por anos seguidos e continuar melhorando. Um novo estímulo é tentar diminuir um tempo, aumentar a distância percorrida, fazer tiros, HIIT ou um longão. Qualquer variação no treino de qualquer modalidade é um estímulo, uma informação nova para o corpo.

É importante lembrar que as variações, com algumas exceções, devem ser incentivos para aumentar a exigência e o esforço físico, não diminuir.

Outro ponto essencial na variação dos treinos é garantir que o corpo como um todo seja trabalhado, demandando todas as capacidades físicas e melhorando a sua função. A atividade física deve sempre melhorar a saúde e a qualidade de vida, além de ser uma boa prática para alcançar objetivos como emagrecer ou ganhar músculos.

Quais as vantagens de diversificar os treinos?

A primeira vantagem já foi apontada: o corpo sai da zona de conforto. Ao aumentar a demanda de esforço, você promove o desenvolvimento de diferentes fibras musculares e das fontes de energia, o que mantém o corpo à procura de novas adaptações e melhora o condicionamento físico de forma geral.

Além disso, uma rotina de exercícios com modalidades variadas promove adaptações variadas. Você pode ganhar força, flexibilidade e melhorar o condicionamento aeróbico ao fazer mais de um tipo de exercício.

Outro benefício da variação de treinos é a motivação. Fazer alterações nos exercícios, exigindo mais do seu condicionamento, pode dar um gás para manter uma rotina de atividades físicas. Não tem nada mais desmotivante e chato que fazer exatamente a mesma coisa todos dias, não é mesmo?

Como variar o treino?

Agora você já entendeu a importância de variar o treino e viu os benefícios que isso traz. Então, como fazer isso?

Uma maneira de variar é mudando a modalidade ou acrescentando outra à sua rotina. Existem várias modalidades, da dança aos esportes, passando pelas artes circenses e lutas. Cada atividade tem demandas específicas, o que significa que vai trazer resultados específicos. Pode ser uma demanda de força, flexibilidade, capacidade aeróbica ou uma combinação de todas as capacidades.

Por isso, ao trocar de modalidade é preciso observar se ela está de acordo com o seu objetivo. Por exemplo: quem quer ganhar força não pode trocar a musculação pela corrida. Pode complementar o treino de força na musculação com um aeróbico na corrida, mas não trocar um pelo outro.

Além das aulas oferecidas em academias, os aplicativos fitness são uma ótima maneira de experimentar diferentes aulas. No BTFIT, por exemplo, são oferecidas aulas de 20 Minute Workout, Ballet Fitness, Yoga, Cardio Dance e muitas outras. Existem outros aplicativos que oferecem treinos de corrida e aulas de treinamento funcional.

Outra forma de variação é fazer alterações periódicas no treino. As mudanças podem ser no volume — o número de séries, repetições e quantidade de exercícios—, na carga, na pausa, na duração da repetição, na frequência, na ordem dos exercícios e na alteração dos exercícios.

Você não precisa alterar todos esses pontos de uma vez, as alterações podem ser feitas aos poucos. Também não existe um tempo exato de quando elas devem ser feitas. O tempo vai depender de como o seu corpo está reagindo ao treino e como está a sua motivação com relação a ele.

Quem não gosta de treinar, mas faz uma atividade física por saúde ou para alcançar determinado objetivo se dá melhor com treinamentos diferentes a cada sessão. Outras pessoas preferem seguir uma rotina.

Por que ter um personal trainer?

Você deve ter percebido que variar o treino não é uma missão fácil. São muitos pontos e detalhes a serem pensados. Como não existe uma receita de bolo para alcançar resultados, o ideal é ter um Profissional de Educação Física capacitado para ajudar no processo.

O professor na academia vai analisar sua avaliação física e seu histórico, planejar um treino adequado ao seu objetivo e fazer as alterações necessárias periodicamente.

Mas, se o professor da academia já vai fazer isso, por que contratar um personal? O personal vai oferecer um acompanhamento personalizado, que o professor da academia não consegue fazer por causa da demanda de alunos que precisa atender ao mesmo tempo.

O personal acompanha cada treino, mesmo na modalidade online, de forma individualizada. Com isso, além de analisar sua avaliação e montar a ficha, ele consegue avaliar o desempenho e fazer alterações necessárias, garantindo exercícios variados e efetivos.

Entendeu a importância da variação nos treinos? Sabendo disso, você pode treinar melhor e alcançar os resultados desejados de forma mais eficiente. Lembre-se de sempre procurar um profissional quando tiver dúvidas sobre o seu treino e para trocá-lo quando necessário.

E, se você quiser ter um personal trainer online e diversas aulas coletivas na palma da mão, baixe o BTFit no seu celular. O aplicativo está disponível na App Store e Google Play!

 

Powered by Rock Convert
Total
1K
Shares