Fique por dentro de 13 grandes tendências fitness pra 2019
Powered by Rock Convert

O ano já começou e, com ele, vêm todas as novidades que a gente adora. No mundo fitness, o que não falta é coisa nova pra nos ajudar a atingir os objetivos de melhorar a saúde e ter o corpo bonito e funcional.

Quem é fã da vida saudável não pode ficar por fora de tudo o que rola nesse meio. Pensando nisso, trouxemos este post pra ajudar você nessa missão. Se você quer ficar por dentro das tendências fitness de 2019, continue a leitura!

1. Tecnologia pra melhorar o desempenho

Tecnologia é tudo o que o homem cria pra facilitar a sua vida e as dos demais. Então, por que não usar esse recurso pra melhorar a performance e obter melhores resultados no treino?

A tendência fitness é usar equipamentos wearable — em português, “vestível” ou “usável”. O termo pode parecer um pouco confuso num primeiro momento, mas depois de ver alguns exemplos fica mais fácil entender. Confira!

Vestuário

Todo mundo sabe que a roupa pra praticar atividades físicas deve permitir a flexibilidade e ser confortável, mas, hoje em dia, elas fazem mais do que isso. Com tecidos tecnológicos, elas podem absorver o suor e proteger do sol.

Já os tênis ganham cada vez mais qualidades que diminuem os impactos das articulações e outros benefícios. Você sabia que existe um modelo proibido nos jogos de basquete da NBA? Pois é! O APL tem um sistema de propulsão que ajuda o atleta a correr mais rápido e saltar mais alto. Por isso, foi considerado ilegal por oferecer vantagens aos atletas.

Acessórios

Na moda, os acessórios têm o papel fundamental de deixar o look mais interessante. Já nos esportes, eles ajudam a otimizar o treino. O smartwatch, por exemplo, evoluiu o conceito de relógio somente pra ver as horas e cumpre várias outras funções, como:

  • marca o tempo dos exercícios;
  • é um localizador GPS;
  • permite usar aplicativos;
  • monitora os batimentos cardíacos;
  • mostra as calorias gastas;
  • indica a distância percorrida;
  • dá pra ouvir músicas.

2. HIIT: Exercício intervalado de alta intensidade

Foi-se o tempo em que acreditavam que pra queimar gordura precisava de horas de exercícios físicos. Estudos mostram que treinar intensamente com intervalos de descanso por apenas alguns minutos já é o suficiente pra ter todos os benefícios das atividades físicas.

O HIIT (High-intensity interval training) tem conquistado cada vez mais adeptos no mundo todo. Ele tem a fama de queimar muitas calorias tanto na hora dos exercícios quanto depois.

Esse treino é aeróbico e consiste em dar um gás total nos exercícios durante um período curto e fazer pequenos intervalos de descanso, repetindo esse modo até dar o tempo do treino. O HIIT pode ser aplicado na corrida, na bicicleta, na cama elástica e em outras modalidades.

Os treinos variam de 4 a 30 minutos, o que é ideal pra quem tem pouco tempo pra se exercitar, mas que não abre mão de bons resultados. Quer saber os benefícios do HIIT? Olha só:

  • aumenta o metabolismo;
  • queima calorias até 24 horas depois de acabar o treino;
  • ajuda a ganhar massa magra;
  • melhora a síntese muscular;
  • auxilia na capacidade cardiorrespiratória.

3. Aplicativos Fitness

Os aplicativos de smartphone são mais uma das maravilhas que a tecnologia faz pela gente, facilitando a nossa vida e ajudando nos mais diversos afazeres, desde o trabalho até o entretenimento. Você acha que a vida saudável ia ficar fora dessa? Conheça os aplicativos fitness!

Beber água

O nosso corpo é formado por mais ou menos 70% de água. Por isso, precisamos beber água o suficiente pra manter o organismo sempre hidratado. Todo mundo fala que são necessários 2 litros por dia, mas será que isso vale pra qualquer pessoa?

Pra ajudar você a descobrir qual é a quantidade ideal, o app Whater Your Body faz o cálculo. Além disso, ele tem alarmes que tocam na hora certa de beber água pra não deixar você esquecer. Legal, né?

Para o treino

Se a gente disser que dá pra usar o celular pra treinar, você acredita? O BITFIT, por exemplo, disponibiliza, todos os dias, aulas de diversas modalidades, como ballet fitness, yoga, 20 minutes workout e outras.

Cada aula dura de 15 a 25 minutos e as atividades são fáceis de aprender. Mas não se engane! Elas exigem do corpo e trazem ótimos resultados. Além desse serviço, você pode contar com um personal trainer online, que monta um treino personalizado com base nos seus objetivos.

Apoio na dieta

Contar calorias o tempo todo pode ser uma tarefa chata, mas não com o MyFitnessPal. Com esse aplicativo, você registra o que comeu e a quantidade e ele calcula o valor calórico da refeição e a quantidade consumida no dia.

Fora isso, ele tem um fórum de discussão no qual os usuários podem trocar experiências, dicas e mensagens de motivação. Outra coisa legal é que ele se adapta a várias dietas, como reeducação alimentar, low carb e outras.

4. Aulas coletivas

Há quem goste de malhar sozinho e isso é perfeitamente compreensível, mas a maioria das pessoas gosta de companhia na hora de se exercitar, principalmente pra ter aquela motivação a mais para o treino.

As aulas coletivas são uma das tendências fitness mais fortes pra 2019. Como as pessoas têm cada vez menos tempo pra socializar, fazer amigos na academia pode ser uma ótima alternativa.

Existem diversas modalidades que permitem esse tipo de entrosamento. Entre as mais comuns estão as diversas modalidades de danças, inclusive as com finalidade de queimar muitas calorias, como a zumba e o cardiodance, além do spining, fit bike, jump e outras.

Se você está sem estímulo pra treinar, essa pode ser uma boa opção pra você ter uma vida mais saudável inserindo as atividades físicas na sua rotina.

5. Treino com personal trainer

Cada vez mais as pessoas estão se conscientizando sobre a importância de ter acompanhamento de um educador físico durante a musculação. Treinar essa modalidade sem um profissional por perto pode trazer dois grandes prejuízos: lesões sérias e nenhum resultado.

Principalmente pra quem pretende treinar pesado e obter mais desempenho, a presença desse profissional é indispensável. Dá uma olhada nas vantagens de contar com um personal trainer:

  • treino personalizado conforme a sua rotina e objetivos;
  • é mais seguro;
  • minimiza os erros e, consequentemente, as lesões;
  • avaliação e acompanhamento dos resultados e desempenho;
  • dá mais motivação.

Além disso, a orientação profissional nas atividades físicas é especialmente importante para os grupos que merecem mais atenção, como grávidas, idosos e hipertensos.

Como existem algumas restrições de movimento e intensidade, o educador físico é a pessoa mais capacitada pra elaborar um treino que não coloque a saúde do praticante em risco.

6. Lutas

Há algum tempo, as lutas deixaram de ser exclusivamente um esporte de competição e se tornaram também uma modalidade fitness. Homens e mulheres buscam, nas artes marciais, uma maneira de manter o corpo saudável. Veja só as lutas mais procuradas.

Muay Thai

De origem tailandesa, essa luta mistura chutes, socos, cotoveladas e joelhadas. Falando assim dá até medo, né!? Mas não é preciso temer, já que os benefícios compensam qualquer agressividade. Alguns deles são:

  • melhora a flexibilidade;
  • define e fortalece os músculos;
  • queima gordura;
  • aumenta o condicionamento físico.

Boxe

Essa modalidade é bem conhecida no mundo todo. Com a ajuda de equipamentos, como saco de areia e modelos, o praticante dá os golpes e, com isso, queima muitas calorias e define o corpo.

Se a mulherada acha que esse não é um esporte pra elas, está muito enganada. Por trabalhar muito o tronco, ele afina a cintura e ajuda a conquistar a barriga de tanquinho. Além disso, é possível gastar 800 calorias por aula!

Jiu-jitsu

Outra modalidade que está super em alta é o jiu-jitsu. Feita predominantemente no chão, ela contribui pra o fortalecimento muscular e pra o condicionamento físico. Além disso, a luta também ajuda na capacidade cardiorrespiratória e queima muitas calorias — são cerca de 1000 em apenas uma aula! Bacana, né!?

7. Treino que usa o próprio peso do corpo

Todo mundo sabe da utilização de pesos pra fortalecer os músculos e ganhar massa magra. Halteres, supinos e outros equipamentos fazem parte desse tipo de treino.

Mas e se a gente dissesse que dá pra usar o peso do próprio corpo, você acreditaria? Sim, é possível, e essa é mais uma das tendências fitness. Algumas vantagens desse tipo de exercício são:

  • não forçam tanto as articulações, diminuindo o risco de lesões;
  • permitem a amplitude de movimento mais natural;
  • estimulam o crescimento muscular de maneira uniforme.

Com ele, dá pra queimar gordura, tonificar os músculos e até hipertrofiar, mas é preciso adaptar o treino pra cada objetivo. O mais legal de usar o próprio peso do corpo é que você pode treinar em casa ou ao ar livre, basta saber executar os movimentos da forma certa.

8. Dieta com pouco carboidrato

Quem está sempre ligado nas tendências fitness já deve ter ouvido falar nas dietas que reduzem o carboidrato pra emagrecer. Mesmo estando na moda, muita gente ainda não sabe exatamente como eles funcionam. Quer aprender? Confira!

Dieta low carb

Low carb significa baixo carboidrato. Essa dieta restringe os alimentos ricos nesse nutriente, como cereais e farinhas, leguminosas, açúcares, tubérculos e raízes.

A base dessa alimentação são os legumes e folhosos. Cerca de 70% do prato deve ser de vegetais. O restante é dividido entre as proteínas das carnes, ovos e queijos e as gorduras boas, como abacate, manteiga, óleo de coco e outras.

Com ela, é possível perder gordura corporal rapidamente, já que não ativa a insulina. Fora isso, essa dieta também sacia, fazendo com que o adepto coma menos. Mas é preciso lembrar que, mesmo sendo uma alimentação bacana, é preciso ter prescrição do nutricionista.

Dieta cetogênica

Essa dieta tem o mesmo princípio da low carb, que é reduzir os carboidratos, mas é mais radical. Em vez dos vegetais serem o principal ingrediente do cardápio, a dieta é baseada nas gorduras saudáveis. Já a outra parte fica nas proteínas e folhosos.

Por ser mais rígida, ela promove perda de peso intensa e muita queima de gordura. Mas, inclusive por esse motivo, ela não pode ser feita por qualquer pessoa. Muitos atletas utilizam ela como estratégia nutricional pra melhorar a composição corporal pra alguma competição, por exemplo.

A dieta tem esse nome porque, quando o corpo é privado de glicose, ela começa a utilizar tanto a gordura corporal quanto a que comemos como principal fonte de energia.

9. Yoga

O yoga é um conjunto de práticas milenares de origem indiana. Alguns o tratam como uma meditação, já outros o consideram apenas como uma atividade física. Mas por que não acreditar que ele é os dois? Por meio de movimentos muito bem executados, ele fortalece e tonifica os músculos. A lista de benefícios é extensa. Alguns deles são:

  • melhora a flexibilidade;
  • auxilia no emagrecimento;
  • melhora a postura;
  • previne dores nas articulações;
  •  evita dores na coluna;
  • fortalece os ossos;
  • ajuda no controle da pressão arterial;
  • reduz o estresse;
  • ameniza a ansiedade;
  • melhora a concentração;
  • melhora o equilíbrio;
  • contribui pra qualidade do sono;
  • aumenta a imunidade.

O Yoga é uma atividade que energiza o corpo e a mente, ideal pra quem quer praticar uma atividade física e ter um momento de conexão com o seu interior ao mesmo tempo.

Se você tem vontade de praticar, mas ainda não sabe como começar, no aplicativo BTFIT você também encontra vídeos com essa modalidade.

10. Danças

Além de ser uma diversão, a dança pode ser uma atividade física completa. Se antes ela era vista como uma modalidade pra gastar calorias, hoje existem modalidades específicas pra tornear o corpo e fortificar os músculos.

A febre nas academias são as danças que prometem queima de gordura e definição muscular. Nesse tipo de dança, a preocupação maior é elaborar coreografias que sejam estimulantes e que mexam com o corpo todo. Quer conhecer algumas? Olha só!

Ballet Fitness

Essa dança utiliza os movimentos clássicos do ballet e o próprio peso do corpo pra tonificar e definir os músculos, melhorar a força e o equilíbrio, além gastar muitas calorias — cerca de 750 por hora de aula.

Entre um passo e outro, são inseridos os exercícios típicos de academia, o que faz com que o ballet fitness seja diferente do tradicional. E não pense que é preciso ser muito entendido de dança pra iniciar a prática, pois qualquer pessoa pode tentar fazer.

Cardio Dance

Pelo nome, já dá pra imaginar o que vem por aí, não é mesmo? Sim, é uma dança que trabalha a função cardiovascular e, consequentemente, tem alto gasto energético. Pra isso, a Cardio Dance mistura diversos estilos musicais, como hip-hop, axé e ritmos latinos.

Com essa dança também dá pra emagrecer, definir o corpo, ganhar resistência física e muito mais. As coreografias são bem fáceis de aprender e podem ser feitas até mesmo por quem nunca dançou ou acha que não leva jeito pra coisa. É uma boa, hein!?

Dance Clip

Sabe aquelas danças incríveis da Beyoncé, Madonna e outras divas do pop? Então, agora elas invadiram as academias com intenção de transformar o seu corpo de maneira divertida.

A Dance Clip é uma das danças queridinhas das famosas brasileiras, como Juliana Paes, Grazi Massafera e Marina Ruy Barbosa. Com músicas atuais e coreografias ousadas, você entra em forma e ainda arrasa por aí nas pistas de dança.

Vale lembrar que tanto a Cardio Dance quanto o Ballet Fitness estão disponíveis no aplicativo BTFIT. Se você quer praticar, mas tem vergonha ou não quer ir até uma academia de dança, é uma ótima opção!

11. Jejum intermitente

Muita gente acha que o jejum intermitente é uma dieta, mas não é. Na verdade, ele é uma estratégia nutricional, pois não interfere diretamente no tipo de alimentação, mas sim em como ela é feita. Calma, que a gente já explica melhor.

Sabe aquela história de comer de 3 em 3 horas, se não o metabolismo desacelera e diminui o gasto calórico? Então, não é bem assim que funciona. Esse tipo de fracionamento de refeições também é legal, mas não é indicado pra todo mundo.

O jejum intermitente tem como base o hábito de passar algumas horas sem comer e outras comendo apenas alimentos saudáveis. Os protocolos mais utilizados são o 12/12 e o 16/8 — o primeiro número indica as horas em jejum e, o segundo, o tempo em que as refeições podem ser feitas. Existem outros esquemas, como o 18/4 e o 24 horas, mas são indicados somente pra quem já está habituado com esse método.

Você deve estar se perguntando: pra quê isso serve? A principal função é o emagrecimento e a manutenção do peso, mas os seus benefícios vão além disso: ele ajuda as células do organismo a viverem mais, pois promove um tipo de desintoxicação.

12. Treinar em casa

As pessoas têm cada vez menos tempo no seu dia. Pra cumprir todos os afazeres sem correria, com certeza seria preciso ter mais de 24 horas diárias. Considerando isso, o treino em casa veio pra facilitar a vida.

Imagine ter resultados de academia no conforto do seu lar? Demais, né? Dá pra pegar aquela água gelada, usar o espaço só pra você, fazer um mega lanche depois do treino, economizar o dinheiro que seria gasto com o transporte e, ainda, ter mais tempo pra gastar com outras atividades do seu dia a dia!

Existem várias atividades físicas que podem ser feitas em casa. Algumas precisam de equipamentos mais sofisticados, como a esteira e a bicicleta, e outras podem ser feitas com aparatos simples, como cordas e bambolês. Tem também os exercícios que você só vai precisar do seu smartphone pra fazer, como é o caso das aulas da BTFIT.

E, por falar no aplicativo, outra coisa bacana sobre ele é que dá pra baixar os vídeos e assistir quando estiver offline. Desse jeito, não tem desculpa pra não se exercitar quando estiver fora de casa e é uma ótima opção pra fazer atividades ao ar livre. Praticar yoga no meio da natureza, por exemplo, é incrível!

13. Desmistificação da alimentação

A nutrição é uma ciência que estuda a interação dos alimentos e nutrientes no corpo humano. Muito se fala sobre ela, mas nem tudo é verdade. Ultimamente, pessoas que não têm formação na área divulgam alguns mitos, e a tendência para os próximos anos é desconstruir essas informações erradas.

Cortar alimentos

Vivemos um momento em que as pessoas estão se privando de consumir determinados alimentos com medo de prejudicar o organismo. Exemplos disso são as dietas sem glúten e/ou lactose mesmo pra quem não tem nenhuma restrição por orientação médica.

A verdade é que restringir alimentos sem prescrição médica pode trazer mais prejuízos do que benefícios. Você sabia que uma pessoa que não é intolerante à lactose pode se tornar ao deixar de ingerir leite e laticínios por algum tempo? Por isso, é muito importante buscar informações com profissionais especializados no assunto. Quer fazer uma dieta? Consulte um nutricionista!

Gorduras saturadas

Nos últimos anos, a gordura saturada perdeu a fama de vilã do coração. O problema é que muita gente confunde o “não faz mal” com o “pode comer à vontade”, e não é bem assim que deve ser.

O equilíbrio é a chave do sucesso em qualquer situação da nossa vida, e na alimentação não é diferente. A gordura saturada presente naturalmente nos alimentos não faz mal, como era pensado, mas também não é recomendado comer essa gordura em excesso todos os dias, porque ela continua sendo calórica e, se comemos mais calorias do que gastamos, nossa saúde pode ser prejudicada.

Depois de passar por todas essas informações, deu pra perceber uma coisa: as tendências fitness 2019 vieram com tudo e pra ficar! Entre tecnologia pra melhorar o desempenho, atividades físicas e alimentação saudável, temos diversas novidades pra experimentar e incluir nos nossos hábitos. Afinal, tudo o que vem pra melhorar a nossa vida é bem-vindo, não é mesmo?

E aí, gostou do nosso post? Então que tal saber das nossas novidades em primeira mão? É só assinar a nossa newsletter pra receber tudo diretamente no seu e-mail!

Powered by Rock Convert
Total
27
Shares