5 benefícios do mindfulness que você precisa conhecer
Powered by Rock Convert

A maioria das pessoas já tentou meditar alguma vez na vida. Mas vamos ser sinceros: não é tão fácil, certo? Exige muita concentração, além de um certo preparo físico e emocional. Isso não significa que meditar esteja fora do seu alcance — muito pelo contrário!

Neste post, vamos apresentar os benefícios do mindfulness, uma técnica de meditação bastante prática que pode ser introduzida mesmo em rotinas mais corridas.

Pra simplificar, primeiro a gente vai explicar o significado da palavra “mindfulness”, que, em português, quer dizer “conscientização”. Ou seja, a técnica tem o objetivo de trabalhar o seu organismo como um todo, da cabeça aos pés e de dentro pra fora. Apesar do nome moderno, a técnica tem origens muito antigas, desde o surgimento do budismo e das primeiras práticas meditativas.

O mindfulness ganhou grande popularidade nos últimos anos entre executivos de grandes corporações e atletas de alto nível, justamente por ser capaz de aumentar enormemente a capacidade de concentração e maximizar as chances de alcançar objetivos.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura do nosso post e descubra o que o mindfulness pode oferecer pro seu bem-estar.

Quais são os benefícios do mindfulness?

Todo tipo de meditação busca aumentar o autoconhecimento, melhorar a qualidade de vida e manter a saúde em dia. O problema é que, como a gente falou na introdução do post, nem sempre é fácil meditar corretamente.

Os benefícios do mindfulness são os mesmos da meditação, com a diferença que é uma técnica bastante prática e fácil de ser introduzida no seu dia a dia.

Pra você entender melhor como o mindfulness pode ajudar a melhorar a sua vida, a gente preparou uma listinha com os 5 principais benefícios da técnica. Olha só!

1. Combate a insônia

Noites mal dormidas são péssimas, não é mesmo? A gente levanta já cansado e sem disposição pra nada. O resultado disso é que a produtividade vai lá pra baixo — fica difícil trabalhar, malhar e fazer qualquer coisa com foco.

Por isso, combater a insônia é fundamental pra quem quer ter mais qualidade de vida. E o mindfulness é um ótimo aliado nesse campo, sabia? Isso acontece porque, assim como a meditação e o yoga, ele luta contra os principais inimigos das noites em claro: o estresse e a ansiedade.

Além disso, a prática diária da técnica reduz a atividade do córtex, que é onde acontece o processamento neuronal — ou seja, o responsável por deixar a gente pensando muito nas coisas enquanto tá com a cabeça no travesseiro!

2. Reduz o estresse e a ansiedade

Quando a gente tá estressado com alguma coisa, nosso organismo libera um hormônio chamado cortisol, que é necessário pra lidar com as situações adversas da vida. O problema é quando há excesso desse hormônio circulando no corpo, o que gera irritabilidade, muito mais estresse e a temida ansiedade.

Praticar o mindfulness com regularidade proporciona calma e serenidade, pois ajuda a reduzir o excesso de cortisol em nosso organismo. O resultado disso é que os efeitos negativos desse hormônio também diminuem.

Ao adequar os níveis do cortisol, o mindfulness também controla a pressão arterial. Por isso, essa história de que meditação deixa a pessoa calma não é nenhum papinho zen, mas sim uma questão de fisiologia!

3. Mantém o cérebro saudável

Nossas estruturas cromossômicas são envolvidas por uma camada chamada de telômeros, que são pequenos filamentos responsáveis por manter o material genético que eles protegem seguro (são como uma capinha protetora).

Os telômeros são especialmente importantes quando o assunto é a saúde do nosso cérebro, principalmente em longo prazo. Quanto mais saudáveis forem os telômeros, mais protegidas estarão as células cerebrais ao longo do tempo.

Nesse contexto, a meditação — e aqui a gente pode incluir o mindfulness — é capaz de aumentar o tamanho dos telômeros, dando mais proteção às células de nosso cérebro. Isso ajuda a prevenir doenças ligadas ao envelhecimento, como o Alzheimer.

4. Trabalha a inteligência emocional

A maneira como lidamos com tudo ao nosso redor depende muito da nossa inteligência emocional. É por meio dela que tomamos grande parte de nossas decisões mais importantes e conseguimos nos relacionar melhor com as pessoas que nos cercam. Não fica difícil imaginar a importância que ela tem na nossa vida, não é?

A meditação é uma arte que trabalha profundamente o nosso interior, ajudando a gente a se conhecer melhor. Esse autoconhecimento é uma peça-chave pra aumentar a inteligência emocional e manter um relacionamento mais saudável com o mundo.

5. Aumenta a capacidade de concentração

Como a gente falou lá no início do post, o mindfulness tem se tornado um aliado de executivos de grandes empresas e de atletas de alto nível. Ou você acha que o Michael Jordan fazia tudo aquilo na quadra graças ao talento e à sorte? Nada disso! Também era preciso uma grande dose de concentração e foco. Aliás, o maior astro da história do basquete é um adepto do mindfulness.

Um dos maiores objetivos dessa técnica é treinar nosso cérebro a se concentrar no presente, ou seja, a manter o foco sem cair nas distrações que atrapalham a conquista de nossos objetivos.

Como praticar o mindfulness?

Não é necessário nenhum malabarismo pra conquistar todos os benefícios que listamos acima! Incluir o mindfulness na sua vida é simples, prático e não leva mais que 40 minutinhos por dia. E olha, são 40 minutinhos muito bem aproveitados e que trazem ótimos benefícios. Então, mesmo que você tenha uma rotina agitada demais, vale a pena fazer um esforço pra introduzir essa prática na sua vida.

O mindfulness se baseia principalmente em técnicas de respiração. Você pode começar a praticá-lo seguindo os passos a seguir.

Controlando a respiração

  • Inspire pelo nariz, sentindo seu peito dilatar, e depois expire pela boca. Faça isso três vezes e então feche os olhos, retomando a sua respiração normal.
  • Se você precisar de uma ajudinha pra sentir o movimento do seu corpo ao inspirar e respirar, é só colocar a mão sobre a barriga. É importante recomeçar o exercício sempre que você se distrair!

Vigiando os pensamentos

  • Foque sua atenção nos seus pensamentos e perceba como eles surgem na sua cabeça.
  • Tente entender o que cada pensamento causa: medo, entusiasmo, vergonha, prazer etc.
  • Caso você perca o foco, repita o exercício da respiração e então tente compreender seu estado de espírito.

Retratando você

  • Deite-se no chão, busque perceber como suas costas tocam a superfície e sinta sua barriga subir e descer com a respiração.
  • Foque sua atenção no seu pé. Mais precisamente, o pé esquerdo. Tente entender que sensações você tem nos dedos do pé, depois vá mudando sua atenção pro restante do pé, sempre tentando entender o que você está sentindo em cada parte dele.
  • Com calma, vá ampliando sua atenção pra perna, sempre tentando compreender as sensações que encontrar: dor, calor, coceira, relaxamento etc.
  • Faça isso pelo seu corpo todo.

Seguindo esses três passos — que não levam muito tempo — você já dá início ao mindfulness!

Depois de conferir as informações que demos neste post, você já sabe quais são os benefícios do mindfulness e como ele pode ajudar em diversos aspectos da sua vida, seja na conquista de objetivos, no aumento da produtividade ou na saúde.

Não precisa seguir nenhum guru nem ter muito tempo livre pra entrar no mundo da meditação. O mindfulness é prático, rápido e eficaz!

Agora que você conheceu os principais benefícios do mindfulness, que tal aproveitar o embalo e entender como dar os primeiros passos no yoga?