Treinar gripado: devo ou não praticar atividades físicas?
Powered by Rock Convert

Você é do time que não falta à academia e está sempre disposto pra fazer suas atividades físicas. Mas um dia acorda com dores no corpo, febre, coriza e mal-estar. E agora, pode treinar com gripe?

Bom, essa é uma questão que gera dúvidas em muita gente, principalmente porque existem alguns mitos em relação a isso. O problema é que se não tomamos a decisão certa, ao invés de melhorar, acabamos é piorando o quadro.

Quer saber qual é a melhor atitude nesse caso? Então, continue a leitura e confira se é bandeira verde ou vermelha pra treinar com gripe!

Afinal de contas, como saber se estou com gripe?

Já ouviu falar que abrir a geladeira com o corpo quente deixa a gente gripado? Ou que andar descalço no frio também pega gripe? Pois bem, isso tudo não passa de crenças antigas. Ficou chocado que dessa vez a sua avó não estava certa?

Na verdade, a gripe é causada por vírus — existem centenas deles — que não têm nada a ver com você tomar gelado ou ser exposto ao frio. Agora você está se perguntando: mas por que essa doença é mais comum no inverno?

A resposta é simples: porque nessa época do ano a gente fica em ambientes mais fechados, o que facilita a transmissão do vírus de uma pessoa pra outra. Por isso, antes de abandonar o treino por conta de um nariz entupido, conheça os sintomas reais de uma gripe:

  • dores de cabeça;

  • dores musculares, principalmente nas costas e nas pernas;

  • dor de garganta;

  • nariz congestionado e coriza;

  • febre acima de 38,5º;

  • calafrios;

  • tosse e espirros;

  • perda de apetite e cansaço.

E aí, pode treinar com gripe ou não?

Bom, por todos os sintomas da gripe, já deu pra perceber que não é coisa à toa, né? A gente entra em contato com diversos vírus e bactérias o tempo todo, e se ficamos doentes é porque ou a nossa imunidade deu uma vacilada ou porque o agente é agressivo.

Brincadeiras à parte, é importante dizer que não devemos forçar o nosso organismo a trabalhar indisposto. Enquanto estamos doentes, todo o nosso corpo se mobiliza pra ser recuperado e, por isso, o certo é deixá-lo focar na sua cura.

Os medicamentos pra gripe não combatem o vírus, eles apenas amenizam os sintomas pra deixar você mais confortável até que o sistema imunológico dê conta do recado e elimine o invasor. Sabendo disso, podemos concluir que o melhor é não treinar com gripe.

Deixe o seu corpo descansando e lutando contra o vírus. Geralmente, essa doença dura em torno de 5 a 7 dias, ou seja, nem é tanto tempo assim longe dos treinos, né? Aliás, logo que você começar a se sentir bem, já pode voltar para a sua rotina de exercícios físicos, pegando leve no início.

Mas e aquela história de que é bom treinar pra suar e mandar a gripe embora? É balela! Isso não tem nada a ver, já que o que bota o vírus pra correr são os nossos anticorpos e não o nosso suor.

E se for um resfriado ou crise alérgica?

Aí já muda o cenário. Apesar de o resfriado também ser causado por vírus, ele não afeta tanto o organismo. Os incômodos são mais localizados nas vias respiratórias superiores, como nariz e garganta.

A alergia também ataca mais essa parte do corpo, o que permite que em ambos os casos a pessoa treine tranquilamente. Obviamente, é mais incômodo se exercitar nessa situação, mas não há nada que impeça você de praticar atividades físicas.

Vale dizer que é sempre bom respeitar os seus limites. Mesmo que não seja gripe, mas se você não está disposto é melhor não forçar a barra e deixar o treino pra quando se sentir legal novamente.

Agora, se você só está com aquela molezinha que esses quadros dão, que tal deixar a preguiça de lado e usar os exercícios ao seu favor? Trinta minutos de atividades leves já são o suficiente pra liberar hormônios que causam bem-estar e têm efeito analgésico, pode ser uma boa, não é mesmo?

Quais são as recomendações pra quem está gripado?

Agora que você já sabe que não deve treinar com gripe, é interessante também conhecer algumas dicas que vão ajudar você a se recuperar mais rápido pra voltar o quanto antes para as suas atividades. Sendo assim, olhe o que separamos pra você:

Beba muita água

A água fluidifica o muco, e assim fica mais fácil do organismo expulsá-lo. Se você está com o peito cheio, muita tosse e coriza, não esqueça de beber bastante líquido pra que o corpo faça uma autolimpeza efetiva, certo?

Alimente-se bem

Por mais que pareça impossível comer algo quando se está gripado, principalmente se atacou a garganta, uma boa alimentação é imprescindível pra o restabelecimento da saúde. Invista em sopas de legumes, vitaminas de frutas e outras preparações nutritivas e fáceis de serem ingeridas.

Tome cuidados ao voltar para os treinos

Não ache que só porque é liberado voltar aos treinos quando estiver melhor que pode ser de qualquer maneira. É preciso tomar alguns cuidados pra garantir não só a sua saúde como também a dos colegas da academia, veja:

  • se a gripe foi muito forte, espere de 10 a 15 dias pra retomar as atividades, pois nesse tempo o corpo ainda está se recuperando;

  • se estiver resfriado ou melhor da gripe, e voltar pra academia, não se esqueça de desinfetar os aparelhos pra que não contagie as outras pessoas — tá certo que isso deve ser feito sempre, estando ou não doente, mas vale reforçar a ideia, né?

Treinar com gripe é uma prática desaconselhada, pois pode trazer prejuízos pra o organismo, como a piora do quadro. Já se o caso é um resfriado ou alergia leves, você pode fazer exercícios físicos moderados, ok? Tome os devidos cuidados e tenha cada vez mais saúde e bem-estar!

Gostou do nosso conteúdo? Então está esperando o que pra dividir mais esse conhecimento? Compartilhe este post nas suas redes sociais e leve mais informação aos seus amigos!

Powered by Rock Convert
Total
13
Shares