Como o ciclo menstrual afeta a prática de atividade física? 

Diversos fatores podem influenciar a prática de exercícios físicos, como a alimentação e a própria genética, mas, para as mulheres, há algo a mais que pode fazer toda a diferença na malhação: o ciclo menstrual.

De acordo com a Karen Rocha De Pauw, ginecologista da Associação Médico Brasileira (AMB), em cada fase do ciclo, acontece algum tipo de influência no corpo feminino que merece atenção.

Assim, entendendo como o próprio organismo funciona, a mulher consegue aproveitar cada período do seu ciclo menstrual para treinar melhor e usar os benefícios dos exercícios a seu favor.

A médica explica que o ciclo menstrual faz com que o metabolismo da mulher mude em determinadas épocas. Durante a menstruação, por exemplo, a produção de estrogênio e progesterona ainda é baixa e a mulher está sofrendo com cólicas e queda de energia.

Ainda segundo a ginecologista, além da melhora da imunidade, a atividade física regular ajuda no tônus muscular do assoalho pélvico, reduz o estresse e os distúrbios do sono, que são duas causas importantes de irregularidades menstruais. Portanto, não há motivos para ficar em repouso durante o ciclo menstrual.

Para ela, o  importante é manter a frequência. Atividades como natação, pilates, alongamentos, calistenia, dança e yoga são exercícios que trabalham mente e corpo ao mesmo tempo, sendo super benéficos para a melhora dos incômodos menstruais.

Total
0
Shares