Vale a pena treinar com gripe?
Powered by Rock Convert

As temperaturas despencam e não dá outra: gripes, resfriados, alergias e viroses de todo tipo aparecem para atrapalhar o dia a dia e bagunçar a nossa rotina. O corpo fica cansado, a coriza incomoda o tempo todo e nós ficamos na dúvida: posso treinar assim mesmo?  Nós conversamos com a Dra. Raquel Muarrek, infectologista do Hospital São Luiz Morumbi, sobre o assunto e ela esclareceu várias dúvidas.

Quais são os perigos de treinar doente?
Ao treinar sem estar saudável, você exige mais do organismo do que ele consegue dar conta, ele está sendo gasto para melhorar o estado gripal e fica enfraquecido quando se exige muito dele, podendo agravar a gripe ou postergar a recuperação. Quando alguma bactéria ou vírus invade o nosso organismo, o sistema autoimune funciona como um exército e se prepara para batalha contra o inimigo. Para vencer a guerra, é preciso priorizar essa missão e entrar nela com força total. Ir para a academia enquanto o corpo está no meio dessa briga só vai atrapalhar.

Nessa época, sinusites, rinites, gripes são muito comuns. Nesses casos, em que você já está fazendo tratamento, já sente bem melhor, mas ainda está com alguns sintomas, vale a pena fazer atividade? Isso ajuda a expectorar?
Quando estamos em recuperação, os exercícios ideias são aqueles que não gastam energia, mas movimentam o corpo, principalmente o sistema respiratório para melhorar a ingestão de água. Quando o individuo fica muito deitado começa a apresentar piora da tosse e se alimenta menos, postergando a recuperação.

Em que momento é a hora de voltar a praticar atividade física?
O mais seguro é levar em consideração o seu bem-estar e como se sente e a recomendação do seu médico. O ideal e mais seguro é em media descansar o dobro de dias que a gripe se estabeleceu.

Quais atividades são ideais para prevenir problemas respiratórios?
O principal é criar novos hábitos de postura ao sentar, andar, dormir e dirigir. Hidroginástica, natação e caminhada são excelentes exercícios para melhorar a postura e manter seu peso. O excesso de gordura aumenta a pressão entre os discos e sobrecarga a musculatura da coluna. Não seja um adepto do sedentarismo, que causa a flacidez da musculatura e faça musculação. Ela ajuda a fortalecer o abdômen, os quadris e as costas. Os exercícios abdominais funcionam como um colete de proteção da coluna.

Powered by Rock Convert