Alimentação no verão: verdades e mitos

Últimos dias de verão e sol a pino, onde tudo o que você pensa é chegar em um ambiente com ar-condicionado para refrescar. Além disso, é uma época em que estamos expostos a altas temperaturas, e neste cenário há um desgaste maior do corpo causando perda de energia e líquido. “Mas uma dieta equilibrada, rica em legumes, bastante líquido e carnes com pouca gordura é fundamental para fazer a reposição dessas perdas” explica o médico Ullyanov Toscano, graduado em medicina pela UFPB.

Atenção com a saúde no verão

Segundo o médico Ullyanov Toscano, com o choque de temperaturas, o organismo baixa a resistência e a probabilidade de desenvolver gripes e resfriados aumenta. Além dessas doenças é necessário tomar cuidado com as doenças de pele causadas pela alta exposição solar, e neste aspecto temos que ficar atentos ao câncer de pele. “Não poderia deixar de citar a desidratação, principalmente no calor e em crianças”, completa o médico. 

Mitos e verdades sobre os cuidados com a alimentação no verão

Para entender o que podemos seguir ou não na alimentação no verão, Toscano esclareceu 8 mitos e verdades sobre os cuidados com a alimentação no verão. Confira a seguir!

1. Água de coco substitui a água convencional na hidratação do corpo. VERDADE

A água de coco é um poderoso hidratante, rico em sódio e potássio, e pode ser utilizada na hidratação no lugar da água.

2. É preciso ter cuidado especial com o consumo de álcool no verão. VERDADE

Segundo o especialista, devemos estar atentos ao consumo de álcool sempre, pois um corpo desidratado pelo calor e exposto a ingestão alcoólica sofre mais.

3. Alguns alimentos podem ajudar a proteger o organismo para evitar gripes e resfriados no verão. VERDADE

A alimentação saudável estimula o sistema imunológico. Como exemplos, temos as frutas cítricas, ovos, e as oleaginosas (castanhas, amêndoas) que atuam na proteção do organismo, além de outras frutas, verduras e leguminosas.

4. É permitido substituir a ingestão de água por sucos. MITO

Os sucos têm uma grande quantidade de água e hidratam o corpo, no entanto, o problema são os açúcares que eles contém. O ideal é balancear suco e água.

5. Cerveja ajuda a matar a sede. MITO

“Matar a sede” é aquela sensação que temos ao ingerir líquidos. Todavia, o chope e a cerveja falsamente dão essa impressão, mas não são capazes de hidratar. Além disso, o álcool atua a nível renal e estimula a diurese, fazendo com que se perca mais água.

6. Beber água demais faz mal. VERDADE

Isso é mais comum em situações em que houve uma perda excessiva de água e minerais. A exemplo estão os atletas de provas de resistência. Além disso, a sua ingestão excessiva pode levar a um quadro de hiponatremia, ou seja, a descida da concentração de sódio no sangue.

7. É necessário manter-se mais hidratado no verão do que em outras estações. VERDADE

A exposição ao calor e a alta temperatura faz perder líquidos pela transpiração, então temos que nos hidratar mais em dias quentes.

8. Basta tomar sol para que o organismo produza vitamina D. VERDADE

Toscano explica que funciona da seguinte maneira: quando a radiação UVB entra em contato com a pele, o precursor cutâneo 7-DEIDROCOLESTEROL é ativado. Esse precursor então absorve os raios UVB e é convertido em pré-vitamina D3 que, em razão do calor da pele, sofre uma isomerização formando a vitamina D3. Mas existem vários alimentos que também são fontes de vitamina D. 

 

Total
0
Shares