Sem tempo para treinar? 7 dicas para arranjar um espaço na agenda

Na correria do dia a dia uma das frases mais faladas é “não tenho tempo!”. Ela se aplica pra encontrar amigos, aprender uma nova habilidade ou, principalmente, pra ir treinar. Mas a verdade é que com um pouco de organização e força de vontade vemos que quase todas as pessoas que usam essa desculpa encontram um tempo pra treinar.

Neste artigo, vamos ver a importância de treinar, algumas dicas de como se organizar e garantir um tempinho pra se cuidar. Se você está no time do “não tenho tempo”, este artigo é pra você!

Por que é tão importante treinar?

Fazer uma atividade física é muito mais que uma questão de estética, é cuidar da saúde. A prática de uma atividade física promove uma série de benefícios, como melhorar o condicionamento físico, previne algumas doenças e funciona como estimulante melhorando o humor e a disposição.

Além disso, a atividade física também promove benefícios para a saúde mental. Ela ajuda a combater o estresse, ansiedade, depressão, melhora a autoestima e aumenta a sensação de bem-estar e felicidade.

E pra quem tem um objetivo mais específico, como emagrecimento ou ganhar massa muscular, ela é essencial. Sem constância nos treinos é impossível atingir estes objetivos. A estética, ter um corpo que você considera bonito, também é importante. Gostar da própria aparência melhora a autoestima. E ainda você terá a sensação de ter alcançado um objetivo e do dever cumprido.

Então, pensando em todas essas razões, é muito importante colocar a prática de uma atividade física na rotina. Vamos ver algumas dicas que podem facilitar a organização do tempo pra isso!

1. Encontre seu melhor horário

A primeira coisa a se fazer é encontrar o seu melhor horário pra treinar. Alguns preferem ir de manhã cedo, outros depois do trabalho e há quem prefira no horário de almoço. O importante é encontrar um horário que funciona na sua rotina.

Para uma pessoa diurna é melhor acordar um pouco mais cedo e fazer um exercício antes do trabalho. Mas para uma pessoa que funciona melhor no período da noite, acordar mais cedo é quase a morte! Dá pra aproveitar o horário de almoço pra treinar também. Você pode ir pra academia ou fazer um treino no escritório.

2. Planeje seu dia

Antes de dormir, tire cinco minutos pra planejar o dia seguinte e mentalizar como ele vai ser. Se possível, anote em uma agenda os compromissos do dia seguinte, as tarefas a serem feitas e o que você precisa fazer pra cumprir tudo. Tente estabelecer, pelo menos, 3 tarefas por dia, assim você não fica sobrecarregado. Estabeleça também o horário em que você vá treinar: se vai ser manhã, na hora do almoço ou de noite.

3. Deixe tudo separado no dia anterior

Uma das coisas que evita o desperdício de tempo é deixar tudo o que você precisa separado e organizado. Antes de dormir, deixe a sua roupa de treino separada — separe a blusa, short, meia, tênis, boné ou viseira – e os equipamentos que você for usar também, por exemplo garrafinha de água, mat, cardiofrequencímetro, toalha etc.

Assim, você não precisa ficar correndo de um lado pro outro e nem corre o risco de esquecer alguma coisa.

4. Trate sua rotina de treino como compromisso

Você não pode enrolar pra ir pra uma reunião de trabalho, pode? Então, por que enrolar pra fazer seu treino? Coloque ele como uma prioridade e não deixe que a preguiça ou cansaço impeçam você de ir. Quando você trata o seu treino com a mesma importância de um compromisso de trabalho, as chances de furar com ele são muito menores.

Às vezes, podem ocorrer imprevistos que impeçam de ir treinar, mas eles serão a exceção na sua rotina, não a regra.

5. Faça treinos curtos e intensos

Quando você já analisou toda a sua rotina e viu que não tem muito tempo disponível, faça um treino curto e intenso. Com trinta minutos é possível fazer um treino pesado e ter vários benefícios da atividade física, inclusive hipertrofia.

A recomendação da American College of Sports Medicine (ACSM) é de 30 a 60 minutos por dia de exercício com intensidade moderada ou 20 a 40 minutos por dia de exercício de intensidade alta. O que isso significa: que a duração ideal do treino vai depender da intensidade dele. Você pode fazer um treino de musculação de 30 minutos ou uma aula de hiit de 20 minutos e aproveitar os benefícios da atividade física.

Para isso, é necessário um planejamento com profissional. O uso de aplicativos pode facilitar o acesso a um bom personal trainer. Um profissional capacitado vai ajudar a definir a intensidade do seu treino e combinar isso com os seus objetivos.

6. Treine em casa

Se ir à academia fica fora de mão pra você, uma alternativa é treinar em casa. Existem vários exercícios e até mesmo aulas coletivas que podem ser feitas em casa via aplicativos. A tecnologia chegou pra facilitar a vida e nós devemos usá-la ao nosso favor. Não deixe a desculpa da falta de tempo pra ir à academia pegar você. Existem vários aplicativos com diferentes treinos à disposição no seu smartphone.

7. Faça pequenas mudanças

Agora, se você não tem tempo mesmo, existem algumas pequenas mudanças que podem ajudar você a ter uma vida mais saudável. Sempre que possível use as escadas no lugar do elevador ou escada rolante, dê preferência pra fazer a pé trajetos de curta distância, faça alongamentos durante a jornada de trabalho. Aproveite seu final de semana pra se movimentar, uma corrida ao livre, jogar bola ou um passeio de bike.

Essas são pequenas mudanças que ajudam a ter mais qualidade de vida e aproveitar alguns dos benefícios da atividade física.

Com essas dicas, a falta de tempo pra treinar vai deixar de ser uma desculpa. Lembre-se que praticar uma atividade física regularmente é uma questão de saúde, de cuidar do seu corpo e mente. Então, comece hoje mesmo a colocar essas dicas em prática.

Agora que você já sabe que uma das maneiras de combater a falta de tempo pra treinar, leia este artigo “14 dicas de como treinar em casa de forma eficiente” e turbine o seu treino!

Total
0
Shares
Total
11
Shares

Deixe um comentário