Dicas para começar a gostar de exercício

Durante muito tempo, o exercício foi associado exclusivamente à estética. Treinava quem queria emagrecer, mudar o corpo, ganhar músculos e só. Hoje muita coisa mudou e mais gente quer começar de olho em saúde e bem-estar.  Mas será que de um dia para o outro é possível gostar de exercício? Difícil. Geralmente, o relacionamento com o movimento deve envolver conquista, comprometimento e dedicação para ser um casamento duradouro e feliz. Neste post, o diretor técnico da Bodytech Company Eduardo Netto compartilha dicas com quem está no início.

Como escolher uma atividade para amar

Procure buscar uma atividade que goste e que se adapte à sua rotina, perfil e estilo de vida.  Nada de fazer só porque o influenciador que você segue faz. Puxe na memória momentos bons que passou enquanto praticava alguma atividade, mesmo que na infância, ou se pergunte qual aula você desejou um dia muito experimentar. Com certeza surgirão algumas ideias!

Seja realista e jogue limpo com você

Ninguém começa do nível máximo qualquer coisa nessa vida, certo? Então prefira experimentar atividades que não sejam de longa duração ou muito intensas. Comece do começo porque assim suas chances de evoluir aos poucos, respeitando seu corpo, serão reais. Minha sugestão é que não ultrapasse os 30 minutos, pelo menos nesse primeiro momento.

5 atividades excelentes para começar

1) Treinos com o peso do corpo

O treinamento com peso corporal é uma maneira mais segura de preparar seu corpo para o treinamento com pesos. Estímulos de exercícios que usam apenas seu corpo,  como agachamentos, flexões de braços e abdominais, são maneiras simples de acostumar seus músculos a trabalhar contra a resistência. Assim você vai iniciar com mais segurança e principalmente conhecer melhor seu corpo e os limites dele. É uma modalidade válida para qualquer nível de condicionamento físico. Alguns benefícios: aumento da massa muscular, da força física, da flexibilidade, do gasto energético e do equilíbrio corporal. No BTFIT, todas as aulas são realizadas com o peso do próprio corpo. E o melhor: você paga pouco e faz de onde estiver.

2) Funcional

Disponível semanalmente ao vivo na grade do BTFIT, a aula de funcional é uma atividade dinâmica, com alto gasto calórico e exercícios integrados. Logo, o corpo todo trabalha ao mesmo tempo. Com isso, não se vê a necessidade de um treino muito extenso. Qualquer pessoa pode praticá-lo, desde sedentários até atletas de alto nível. A diferença e o cuidado estão na forma como tais exercícios serão prescritos, levando-se em consideração a individualidade entre cada pessoa, volume, intensidade e tempo de recuperação.

3) Mat Pilates

Uma versão do pilates em que os exercícios são praticados apenas no MAT (tapete no chão), ao invés de serem executados nos equipamentos. Alguns benefícios: melhora a postura, fortalece os músculos e aumenta a flexibilidade e a resistência física. Animou? O BTFIT tem um acervo de aulas de Mat Pilates te esperando.

4) Caminhada

A caminhada hoje é a atividade que quase 100% dos médicos indicam como segura e eficiente para obter resultados satisfatórios na saúde física e mental. Pela sua característica de baixo impacto e também a possibilidade de ser prescrita em diferentes níveis de intensidade, ela é bastante democrática. Alguns benefícios: condicionamento cardiorrespiratório, gasto calórico e melhora do sistema imunológico.

5) Atividade aquáticas

Tanto a natação quanto a hidroginástica são excelentes opções. Poucas atividades são tão inclusivas quanto as aquáticas porque podem ser realizadas sem problemas por iniciantes ou pessoas que nunca se exercitaram. Alguns benefícios: ganho de condicionamento físico e redução do estresse e da ansiedade.

Total
14
Shares